top of page
  • Foto do escritorAndreia M. Mortari

O TEMPO, A EXISTÊNCIA E O PRÓPOSITO DA VIDA

Como em um relógio, nos movemos em engrenagem. E como não somos sós, nos entrelaçamos na engrenagem de outros seres e juntos avançamos ao futuro. Nessa caminhada, encerramos ciclos, começamos outros. Resgatamos antigos sonhos, planejamos novos. Trilhamos a estrada carregando na mochila todo nosso passado. Tudo que somos. Levamos um pouquinho do lugar de onde viemos, outro pouco da cultura que apropriamos. Nossa gente, nossa dor, as conquistas e fracassos vão junto conosco nesse caminho sem volta. E é nesse constante ir que escrevemos nossa história. Nosso projeto de vida se impõe, como combustível para o ser, como propósito da existência no mundo.


Tudo que somos ou fazemos envolve temporalidade. Nos movemos no tempo e este se move dialeticamente. Passado, presente e futuro não são uma coleção de dados amontoados, mas momentos estruturados e conectados como uma engrenagem, girando em direção ao desconhecido.


Nosso tempo biológico não é diferente do ciclo de uma planta. Assim como elas, passamos pelos quatro estágios cruciais de desenvolvimento: nascimento, crescimento, reprodução e morte. Porém, diferente das plantas, contamos com o tempo psicológico. Este varia conectado com os fatos, acontecimentos e situações de nossa existência.


Somente o ser humano tem a possibilidade de se constatar no tempo e é a constatação de existência temporal que lhe entrega a responsabilidade e a tarefa de assumir sua liberdade de ser.


Somos livres na finitude do tempo. Nessa liberdade moldamos nosso projeto se ser, nosso propósito no mundo. Não vamos cair na tentação de enxergar nosso propósito como algo para além, algo onde não se chega nunca. O projeto de ser nada mais é que projetar-se no tempo absoluto. Como um projétil, somos lançados no tempo ao nascer e assim caminhamos, na esperança constante, que nos move para o futuro, para o que ainda não é.


Diz Simone de Beauvoir: "o tempo é uma carruagem movida pelo desejo de viver". O tempo é "o fôlego da existência". É pelo tempo que traçamos nossas próprias regras para encontrarmos uma causa pela qual lutar.


O tempo é o dia após outro dia, é a terra ao redor do sol, é a gestação, é a pele exposta, é o rio que corre, é o desejo de mudar e é a esperança da vida.

33 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page